Somos uma organização que proporciona educação em música erudita à crianças que vivem em situação de risco em Curitiba e região metropolitana. Atualmente, apoiamos os projetos Gato na Tuba (em Piraquara), Música no Bairro (Almirante Tamandaré) e Filarmônica Antoninense (Antonina), nos quais mais de 400 alunos têm a oportunidade de estudar um instrumento e encontrar na música um suporte para os desafios do cotidiano e um caminho para o futuro. Acreditamos que a música erudita é para todos. Por isso, investimos na formação e no desenvolvimento musical e artístico dos jovens dos projetos que apoiamos.

Fundador e Presidente – ALEGRO

Edward Richard Matkin nasceu e cresceu em Staffordshire, Inglaterra, em 1973. Começou seus estudos de piano aos 6 anos e graduou-se em música na Universidade de Liverpool, onde foi eleito presidente da Sociedade de Música e nomeado diretor da Orquestra Sinfônica da instituição. Trabalhou como Diretor de empresa no Reino Unido e no Brasil, onde vive desde 2009. Até 2014, foi Diretor regional, no Brasil, em uma empresa multinacional de serviços de TI. Naquela época, ele já pensava em unir seu amor pela música clássica com sua experiência na gestão de negócios. Dessa junção surgiu a Alegro. Desde 2015, Ed dedica-se em tempo integral a Alegro, que está formalmente registrada como organização social desde março de 2016. As principais inspirações da Alegro são o projeto de educação musical venezuelano ‘El Sistema’ e, mais especificamente, instituições educacionais brasileiras como o Projeto Guri, o Instituto Baccarelli (ambos em São Paulo) e, sobretudo, o Neojiba, em Salvador, Bahia. Sua meta, com a Alegro, é unir a maravilhosa energia e talento de jovens músicos do sul do país numa educação musical de excelência, proporcionando aos jovens músicos a oportunidade de aprender e experimentar a grande paixão despertada pela música.


 
CONSELHO ESTRATéGICO ALEGRO

Robert Orledge é um renomado estudioso de música francesa do início do século XX e Professor Emérito da Universidade de Liverpool.

Graham Davies é diretor de Estratégia do The Performing Rights Society for Music (PRS), a associação britânica de compositores e editores de música. Vive em Londres.

Patrick McCarthy é trompetista profissional. Recentemente, foi nomeado diretor de operações da Ulster Orquestra em Belfast, Irlanda do Norte.

Ingrid Seraphim é pianista, cravista, organista e professora. Pioneira da música erudita no Paraná, participou da criação da Camerata Antiqua de Curitiba.

David Jackson é percussionista de orquestra e membro da London Symphony Orchestra.

Harry Crowl – Compositor e diretor de musica da UFPR

Claudia Toni – Consultora do British Council Brasil em programas de atualização e formação de profissionais para gestão de orquestras. É Chevalier da Ordem do Mérito da França.


 

Núcleos de ensino apoiados pela Alegro

Atua para transformar a vida de dezenas de famílias em situação de vulnerabilidade social, em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba. Seu objetivo é promover o desenvolvimento humano integral – físico, psicológico e espiritual – com atividades educacionais, culturais, esportivas a crianças e adolescentes e capacitação profissional a adultos. Também oferece refeições diárias, acompanhamento psicológico, assistência e educação em saúde, orientações sobre higiene, alimentação, cidadania e meio ambiente. Desde 2010, o Dorcas abriga o Projeto Música no Bairro, oferecendo aulas de instrumentos musicais de sopro e dois coros infanto- junvenis: Coralito e Coro Pipa Amarela.

Fundada em 30 de Agosto de 1975, nasceu da iniciativa de um grupo de idealistas da cidade de Antonina, litoral do Paraná, que visava estimular nos jovens o amor à música e à cultura. O trabalho desenvolvido ao longo de 42 anos fez dela uma entidade respeitada e aplaudida no Paraná e em todo o país. Uma grande parte deste reconhecimento vem do fato de, como Banda Musical, a Filarmônica Antoninense ser recordista de títulos: 27 vezes Campeã Paranaense e 3 vezes Campeã Brasileira de Bandas Civis em sua categoria. A Filarmônica Antoninense é a derradeira das bandas musicais de Antonina — a primeira de que se tem notícia é de 1875, a Banda Antoninense, citada no diário de bordo de Dom Pedro II em sua passagem pela cidade em 1880.

A Associação Beneficente São Roque é uma entidade sem fins lucrativos que trabalha desde 1988  para transformar a vida de famílias em situação de vulnerabilidade e risco de Piraquara, região metropolitana de Curitiba, com ações culturais e de necessidade básica com crianças, adolescentes e suas famílias. Oferece quatro programas de educação 
musical: Coro Gato na Tuba, Curso de Linguagem 
Musical, Orquestra Gato na Tuba (com aulas individuais e em grupo de instrumentos de cordas, teoria musical, prática de conjunto, apreciação e história da música, aulas de piano e formação orquestral) e Iniciação Musical. Também mantém outros programas de atendimento à comunidade, para mais informações sobre as ações da Associação Beneficente São Roque acesse o site da associação, Associação Beneficente São Roque.